segunda-feira, 6 de junho de 2016

Futebol e seus clássicos

Lembro muito bem no dia do meu 8º aniversário, o Palmeiras enfrentava o Flamengo no Maracanã, num jogo espetacular em que sapecamos 4 no time do Zico, Adílio e Cia. Era então, 1979 e alí eu tinha a absoluta certeza de qual time iria acompanhar pelo resto da vida.

Anos se passam, décadas se vão e novas gerações aparecem. E os clásscios continuam. Seja no Maraca, em Brasília ou em Marte. Jogar com o Flamengo e ganhar do Flamengo se tornou um prazer constante ao longo do tempo.

O time ontem brilhou. Num estádio lá na capital do país, público recorde no campeonato, os palmeirenses praticamente dividiram os assentos no mando adversário, para ver o time aplicando uma filosofia de jogo mais rápido, com base na entrada do Moisés no meio campo e na ousadia no segundo tempo (ponto para o Cuca), quando entrou com um atacante (Luan) no lugar de um volante (Matheus Salles).

O Moisés tem a rapidez e movimentação que ajuda o meio-campo. Com ajuda do Jean, que também busca bom posicionamento, ganhamos qualidade no setor. Aì temos Roger Guedes e Dudu (um pouco insconstantes, mas ainda assim ok) e Gabriel Jesus arrebentando!


É um ataque muito jovem e veloz, precisa de alguém parrudo e experiente pra controlar o ímpeto ofensivo. E podemos desenvolver isso com o Jean ao lado do Moisés, afinal, com Thiago e Matheus atrás, e Jesus na frente, o cara tá bem enturmado. Parece brincadeira, mas o Moisés deu uma sustentação que esperávamos ter com o Cleiton Xavier que, bem... ainda precisa tirar o futebol da mala.

Meio campo rápido, atuante e insinuante, ladeado por laterais voluntariosas com TchêTchê e Fabrício, que mostrou boa disposição, mas ainda precisa acertar a marcação com mais atenção. Ainda temos espaços abertos pelos 2 lados. E se o TchêTchê acertar a pontaria, ainda vai guardar os seu.

Na defesa, o Martins continua mostrando boas atuações, com alguns lapsos, mas ainda vai evoluir bastante. O Mina deverá ter trabalho pra conquistar sua vaga. O Victor Hugo fez sua tradicional e sólida partida, fora o cartão desnecessário, que o tirou do próximo Clássico, esse sim de volta à casa.

O time está ganhando padrão aos poucos. A partida contra o Grêmio afinou os instintos e contra o Flamengo pudemos colocar o aprendizado em prática. Agora jogaremos com a equipe líder, num belíssimo teste para os nervos e para que o time mostre o que pode fazer no campeonato. 

Torcida presente unânime, força conjunta pra pulverizar qualquer pretensão gambá pra bem longe de lá! Tudo na paz, torcida família não é fogueteira, só quer cantar, vibrar e fazer sua festa. Mesmo que a imprensa gambá e a juizada CBF lutem contra!!! PALMEIRAS, VAMOS FAMÍLIA!!!!


5 comentários:

  1. Tudo bem Galluzzi, parece que finalmente o time está com padrão de jogo, e não é só isso o mérito do Cuca, a mexida de ontem foi fundamental. Só não gostei muito da entrada do Luan, por ja conhecermos acho que não tem mais vaga com o elenco que temos hoje.
    Agora é importante que o Paulo Nobre coloque o pau na mesa com o STJD e CBF com a escala de árbitros em nossos jogos, que não só fuderam tudo por que jogamos bola. Este jogo contra os gambás é fundamental não só para a nossa escalada como também se eles vencerem disparam na liderança, e isso é que as "forças ocultas" planejam e querem. Temos que impedir isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande PG! Ao contrário de vários, tbm não consigo ver qualidade no Luan, mas que pelo menos ele sirva pra entrar no lugar de um volante! rsss. Jogo contra gambá é sempre um épico. Nossa eterna luta contra o LADO ESCURO. Abraços!

      Excluir
  2. O email do presidente da comissão de arbitragem é sergio.correa@cbf.com.br vamos pressionar para que eles deixem de prejudicar o Verdão! vamos mandar emails educados falando que estamos vendo o que eles estão fazendo contra nós:


    Contra o Atl. PR queria expulsar o Barrios.
    Contra a Ponte anularam um gol legal e expulsaram o Cuca
    Contra os Bambis teve falta no Dudu no lance do gol
    Contra o Grêmio, não preciso nem dizer
    Contra o Flamengo, eles fizeram 4 penaltis (apenas 1 foi marcado) e deveria ter sido expulso o Mancuello que quase quebrou a perna do Fabricio


    Até quando????!!!

    Tá na hora de mostrarmos nossa força! Vamos pressionar esses kladrões para que parem de nos roubar!

    Ajude o verdão e divulgue!!!!

    ResponderExcluir
  3. E aí Galluzzi, beleza, nada como começar a semana com vitória e muito merecida, jogamos muito ontem, fora o chute "espirita" o Alan Patrick e os 10 primeiros minutos do segundo tempo o Flamengo não viu a cor da bola, estamos chegando no padrão pretendido e o Cuca quando mexe sempre muda a cara do jogo, até o Luan jogou bem ontem, tá bom de ver, agora é só ganhar a confiança necessária em cima da gambazada, ficar lider e não sair mais de lá.

    A unica coisa a lamentar realmente foi o entrevero novamente entre as organizadas, justo ontem, que o clima tava família, torcida misturada, muitas crianças, aí alguns manés (não são todos os organizados) resolvem brigar, cara quer brigar tomar porrada, vai fazer MMA, campo de futebol não é pra isso, essa palhaçada tem que acabar, ou infelizmente campo de futebol vai deixar de ser diversão para família, só no sofá com a pipoca do lado.

    Abraço

    Denilson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Denílson! Cara, digo que o objetivo é conseguir montar a equipe e mantê-la por 2 temporadas... aí sim veríamos entrosamento. Temos a base do ano passado que já está dando resultados.

      Sobre as brigas, sou da opinião que se a POLÍCIA fizesse a função de forma correta (eficiente, pontual) a violência seria coibida. Quem acha que a violência é algo de "torcedor organizado" ignora completamente a realidade que se passa fora de um estádio. São duas vertentes que DEVEM andar juntas: EDUCAÇÃO (por parte do clube) e PUNIÇÃO (por parte da polícia). Sem esse bin^mio, nada e conseguido... mas muita manchete é vendida. Abs!

      Excluir