quinta-feira, 20 de abril de 2017

100 anos em casa

Já foi noticiado que nosso Templo Sagrado do Futebol Mundial, o antigo Palestra Itália, atual Allianz Parque completou nessa semana 100 anos recebendo nossos jogos. Era 1917 e dali a 3 anos iríamos encampar a ideia de ter aquele local como nossa sede permanente.

Foi uma loucura, mas assim somos nós! Ter uma casa não era apenas um gesto prático, mas algo que iria marcar nossa personalidade para todo sempre, como aqueles que constroem sua realidade sem precisar de privilégios. Assim fizemos nossa casa. PARQUE ANTÁRTICA, PALESTRA ITÁLIA, ALLIANZ PARQUE. CASA DE FAMÍLIA!!!!


Privilegiando a Libertadores
Sei que a vitória em todos os campeonatos é algo sempre desejado. Mas não acontece de forma prática. Nem nas décadas de 60, 70 e 90 quanto tínhamos esquadrões fabulosos, conseguimos conciliar as conquistas nacionais e continentais. Não seria essa uma ótima lição para obtermos sucesso em nossa principal empreitada da temporada?

Obrigado ao Campeonato Paulista, mas na Libertadores não basta se classificar. Temos que fazê-lo com mais de 12 pontos, caso contrário a chance de disputarmos as finais com a segunda partida fora de casa são muito grandes. E todos sabemos de nossa força na segunda partida em casa...

Por isso fratellada, ATENÇÃO!!!! 2 EMPATES nas partidas contra Peñarol e Jorge (26/04 e 03/05, intercaladas com as finais do Paulista...) fora de casa não é o melhor resultado! Temos que VENCER uma das partidas pra poder nos classificar com 13 ou 14 pontos, essa sim pontuação que pode trazer segundos jogos em casa até a final (com exceção das oitavas onde há sorteio).

Por essas e outras desejo tudo de bom nesse sábado. Mas nosso objetivo real é outro. E nada deve atrapalhá-lo. O maior mérito de um general é conhecer bem a si e a seus inimigos, bem como o terreno por onde anda. Sabedoria fratelli, sabedoria...


quarta-feira, 19 de abril de 2017

O mundo muda. E nós?

Existem alguns momentos em que o futebol abre um pequeno espaço para o que realmente nos move.

AAAAhhhh fratellada... que dias são esses em que vivemos hein! O mundo tá muito louco e não parece que irá se acalmar. AINDA BEM!!!! Algo tinha que acontecer nessa pasmaceira!

Agora que somos confrontados com a verdade (que no fundo todo mundo já sabia) na qual o Brasil é possivelmente O PAÍS MAIS CORRUPTO DO UNIVERSO, caímos na real. O Brasil NÃO DEU CERTO e precisa ser refundado, reinventado. Aí sim.

E o que nós, Palmeirenses, temos a ver com isso? Tudo e nada. Tudo pois fazemos parte direta da construção desse país. E nada, pois o único “italiano” envolvido na parada é o Palocci, que de palmeirense não tem nada. Como todos sabem, o chefe a quadrilha é gambá.

É lógico que estou puxando a sardinha pro nosso lado, com certeza deve existir palmeirense nesse angú. Mas quero dizer que nossos IDEAIS – de trabalho e conquista sem assistencialismo ou privilégio – nunca foram TÃO IMPORTANTES nesse país.

Guardadas as proporções e generalizações, o Palmeiras tem nos VALORES DE SUA FAMÍLIA seu pilar central de existência. E nesses valores estão educação, cultura, trabalho e mérito, justamente o que o BRASIL precisa mais agora!

Enquanto o Brasil afundou em sua pior crise econômica e política da história, o Palmeiras foi referência, fazendo a lição de casa com austeridade econômica e se impulsionou ao século XXI não com esquema 1-0-0 ou estádio construído pela empresa mais corrupta do mundo e sim com a PAIXÃO des sua TORCIDA, justamente pelos valores que congrega.

PALMEIRAS É UMA CONGREGAÇÃO DE VALORES CONTRA a mentalidade espúria que SEMPRE existiu nesse país (a despeito de tantas belezas que temos), do “jeitinho brasileiro”, da “lei para os outros”, dos “amigos do rei”, do “foro privilegiado” e toda esse rastapé cultural que nos assola. É HORA DE SEPARAR O JÔIO DO TRIGO!!! CHEGA DESSE BANDO!!! VAMOBRASIL!!!


Por essas e outras somos Família. Somos Palmeiras.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Assimilando o golpe

Antes que comecemos a surtar após o revés de ontem pedindo a excomunhão do treinador devemos lembrar que nem mesmo um Barcelona está livre de um 3x0 após grandes jogos realizados.

Ressaca. Ficou claro que o Palmeiras estava na ressaca após o jogaço no meio da semana. Pra quem não conhece o futebol pode parecer estranho, mas é a mais normal das situações que podemos encontrar no esporte, com inúmeras referências que corroboram a tese.

Tendo um adversário que estava no “jogo da vida”, tivemos grandes dificuldades ofensivas decorrentes de sua excelente marcação. Esfarrapada desculpa para quem enfrentará percursos tanto mais cerrados durante a temporada. Mas assim foi.

A ordem do dia é: assimilar a derrota e não acusar o golpe. Chama todo mundo (principalmente as noivas Osmar Feitosa e Thiago Santos) e fala: “aqui todos se ajudam. E se for pra cair, que seja EM PÉ, como HOMENS!

TODA temporada vitoriosa tem PERCALÇOS e é justamente a FORMA como os VENCEMOS que nos ensina a ser CAMPEÕES.

Nem tudo na vida pode ser como gostaríamos. E tudo bem! Isso não significa que não sigamos lutando pois nada se colhe sem que tenha plantado antes. Nosso APOIO HOJE será a SEMENTE de nossa vitória amanhã.

sábado, 15 de abril de 2017

RETROCEDER JAMAIS!!!!

Caros irmãos palmeirenses, venho aqui propor uma mobilização, um MANIFESTO CONJUNTO clamando pelo AFASTAMENTO DO SR. MUSTAFÁ CONTURSI DO FUTEBOL DO PALMEIRAS.

Toda PROFISSIONALIZAÇÃO e EXCELÊNCIA que vivemos nos últimos anos será ABANDONADA caso o referido sr. venha a se aproximar mais de nosso Departamento deFutebol, recuperado do SUCATEAMENTO que vivemos em antigas administrações.

DO PASSADO NOS LEMBRAMOS MUITO BEM!!!! Da entrega de mão beijada de nossa vaga no Mundial em 2000, do infame trato rasteiro aos profissionais da área, aos malditos rebaixamentos, vexames e agruras que suportamos na carne!!!! NUNCA MAIS!!!

FUTEBOL E MUSTAFÁ – NADA A VER!!!!

Dono de uma visão financeira ortodoxa e presa ao século XX, qualquer ideia mustafista APODRECE O FUTEBOL DE QUALQUER CLUBE, visto que passa a se tratado como antro de mercenários (jogadores) e marginais (torcida) que apenas dão despesa e problemas ao clube e são tratados com DESPREZO E ARROGÂNCIA.

MUSTAFÁ, NUNCA MAIS!!!! Limite-se ao CLUBE SOCIAL e ponto! Nem uma opinião, declaração ou ação no âmbito do Departamento de Futebol, DIMINUÍDO E APEQUENADO em sua HORRENDA GESTÃO (na década de 90 quem comandava o futebol era a PARMALAT)

Nós, TORCEDORES AVANTI, PAGAMOS e EXIGIMOS PROFISSIONALISMO e JAMAIS, JAMAIS A VOLTA DA ANTIGA E NEFASTA POLÍTICA MUSTAFISTA ao futebol do clube.

POR UM PALMEIRAS PROTAGONISTA E CAMPEÃO!!!!

RETROCEDER JAMAIS!!!!
MUSTAFÁ, NUNCA MAIS!!!!


“PROFISSIONALISMO E EXCELÊNCIA” É PADRÃO, PALMEIRAS CAMPEÃO!!!!

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Raça, coragem e OUSADURA!

Falta-me palavras.... fratellada... que jogo! Em mais uma partida ÉPICA o Palmeiras consegue os 3 imprescindíveis pontos da rodada.

Palmeiras se especializa em proporcionar sensações cataclísmicas ao seu torcedor que, enebriado, se deleita em tanta emoção! Valha-me Deus, que time é esse?!!!

Numa rápida análise tática, vemos que nossa defesa não foi bem, deu espaço nas laterais e tomou 2 gols de cabeça em bola parada, algo que há muito não acontecia. A corrigir. Urgente.

O Tchetchê também precisa reencontrar o futebol que tinha antes da contusão no ombro. Pode jogar mais. O Borja... bem atacante é assim, tem dia que a bola não entra. Mas vai treinar pênalti...

Agora vamos falar de quem estraçalhou o jogo: Dudu, Guerra e Felipe Melo. Dudu com a raça de sempre levando o ataque. Guerra fenomenal, belíssimas assistências! E o Felipe Melo... bem o que dizer de um jogador que é chamado de macaco pelo adversário e depois ainda tem sangue frio pra ir lá falar com os caras?

Felipe Melo até erra em algumas jogadas, não é perfeito, mas tem uma técnica diferenciada além de uma visão singular de posicionamento. E nas entrevistas impõe respeito, falando na lata sem dó, ainda que atropelando o português enaltecendo a OUSADURA do time! Hilário, épico, sensacional!!!

Um recado final aos HERMANOS do Peñarol, como bem assinalado por seu jogador, equipe 5x campeã da Libertadores: nenhum time brasileiro chegou perto de tantas conquistas continentais, justamente por insistir em JOGAR FUTEBOL onde a CATIMBA e o ANTIJOGO são os elementos preponderantes.

Assim conseguiram EXPULSAR 2 jogadores nossos (VH contra o Tucumán e agora o Dudu). Mas NÃO VAMOS ceder a essa MALDITA CATIMBA SULAMERICANA, algo que ENVERGONHA quem gosta de futebol e DAREMOS A RESPOSTA EM CAMPO. Podem esperar, jogando fora de casa a catimba será nossa...

PALMEIRAS, ÉPICO, MERECE MUITO MAIS!!!!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Nossas credenciais ao título continental

Logicamente, o que leva uma equipe à conquista é o mérito pelo que apresenta na competição. Mas existem outros fatores que constroem essa conquista. Assim, com todo respeito aos demais competidores, vamos aos fatores que - ao nosso ponto de vista - nos credenciam ao tão almejado título da Libertadores. Cada um que apresente o seu, aqui vão os nossos:

1) Expressão nacional
Nenhum time brasileiro tem tantos títulos nacionais. Pela quantidade de conquistas o Palmeiras já poderia (e deveria) contar com mais títulos continentais. Lembro que apesar de nosso título em 1999, já estivemos em 4 finais de Libertadores (1961/Peñarol, 1968/ Estudiantes, 1999/ Cali e 2001/ Boca), sem contar que somos um dos times com maior número de participações na competição.

2) Campeão nos 2 anos anteriores

Parece óbvio, mas é bom lembrar que sendo campeão dos 2 títulos nacionais mais importantes (Copa do Brasil 2015 e Brasileiro 2016), a tendência natural é partir à conquista continental.


3) Palmeiras fez a lição de casa em 2013 e 2014
2013 e 2014 não foram “erros” do clube e sim acertos!!! Economizamos pra poder voltar a investir! O Palmeiras fez a lição de casa em 2013 e 2014, economizando o que podia pra equilibrar as contas e poder voltar a ter capacidade de investimento e captação de receitas sólidas a partir de 2015. Sob grandes riscos e comendo o pão que o diabo amassou assim fizemos (com uma coragem que pouquíssimos clubes teriam) e hoje, colhemos os frutos desta semeadura.


4) Estutura

Decorrência direta do investimento que o Palmeiras teve, montou uma das maiores estruturas do mundo para preparação e recuperação de seus atletas. Não só em equipamentos, mas em profissionais, o que inclui desde equipe de Big Data aos fisiologistas.

5) Torcida
Vejam o jogo do Grêmio de ontem por exemplo. Estádio com bom público (30.000), mas bem longe de sua lotação. Pro jogo de hoje com o Peñarol, nossa torcida já esgostou os ingressos (+38.000). Poucas torcidas dão o suporte que a torcida palmeirense vem dando ao time.

6) Elenco

Já contando com um grande time em 2016, fomos às compras e trouxemos os famosos “reforços pontuais” além de outras jovens promessas que ainda podem render muito ao clube. Apesar da saída do Cuca, o novo treinador parece ter conseguido, em pouquíssimo tempo, reverter a imensa desconfiança da torcida palmeirense após grandes vitórias em clássicos e viradas no placar. O time já apresenta conjunto e, apesar de longe do ideal, já desenvolve um bom padrão de jogo, com confiança, coragem e determinação, com tendência a evoluir.

Acho que deu né? Nenhuma conquista é por acaso. São essas as nossas credenciais ao título... agora vamos mostrar em campo. NUM SÓ CORAÇÃO! FAMÍLIA! CORRENDO PELO CERTO E PELO JUSTO!!! PALMEIRAS! 

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Futebol e polêmica

Depois do sonoro 3x0 sobre o Novorizontino, resultado que confirmou o Palmeiras como o time de melhor campanha do Paulistão 2017, o tratamento que o Palmeiras recebe na mídia poderia ser mais atencioso, abordando a evolução do elenco ao longo do último mês, mas ainda preferem polemizar em cima do Felipe Melo. Que se danem.

O que quero dizer é o seguinte: no início de março, antes dos clássicos, todos nós torcíamos o nariz pro Batista, fazendo apostas por quantos jogos ele aguentaria. Mas lembrávamos: começo de temporada É ASSIM MESMO! O Palmeiras vinha com um elenco renovado e precisaria de algum tempo mesmo pra jogar melhor.

Alguns incautos se recusavam a ouvir isso dizendo simplesmente que havíamos feito grandes contratações e que os resultados tinham que aparecer. Deveriam, no mínimo, reconhecer quão precoce e infantil era aquele desespero, pois o futebol não opera daquela forma.

Tão ou mais importante que elenco é o entrosamento. E isso só vem com o tempo! Olhem a diferença do Palmeiras de hoje e daquele que iniciou a temporada! Então tenhamos sabedoria, tenhamos consciência pra não fazer pressão desnecessária – a tradicional cornetice.


Lembremos: o que importa é a Libertadores. O palmeirense já espera o Paulistão, mas se não vier, que não atrapalhe o objetivo principal. Eduardo Batista vem fazendo um grande trabalho e o apoio num resultado adverso dá uma motivação a mais no decorrer da temporada. E bato na madeira pra que a sorte nos acompanhe!

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Time unido, grupo fechado.

Via de regra o reforço das equipes é visto como algo fundamental, que deve acontecer de forma constante haja vista que um time sempre pode ficar melhor. Dificilmente um time tem dinheiro, disposição e não vai às compras. Mas é justamente isso que o Palmeiras precisa fazer agora.

A declaração do Batista dizendo que “estamos bem servidos no meio campo” foi perfeita. É a demonstração infalível de confiança e apoio aos que hoje lá estão. E do meu ponto de vista, corretíssimo.

Esse papinho de contratação é pura VENDA de MANCHETE onde os únicos que lucram são da imprensa. Os times acabam saindo chamuscados desse imbróglio, ou pagando mais caro ou deixando um mar de “frustrados”.

Acontece que ao contrário do que alguns tentarão fazer, pintando o Palmeiras como “feudo” da “super Leila” - provocação infame visando causar ciúmes, inveja e cizânia – o Palmeiras ainda tem o melhor Diretor de Futebol desse país, um cara que pode fazera história por aqui. E um treinador que vem nos surpreendendo positivamente.

Time fechado! BLINDAR O GRUPO. Se liga Galiotte! ENFRENTE! Não se submeta aos dítames calhordas desse mercado mercenário e ardiloso. Acredita na tua torcida, ressalta o espírito de luta, família unida pela conquista! Não deixe a INVEJA corroer e EXCELÊNCIA que tanto buscamos!

A ascensão palmeirense incomoda muitos, que em nós projetam seus próprios demônios, incapazes de perceber nossa humanidade. Não existe bandido, não existe mocinho. Da história pouco sabemos e nela os papéis se invertem constantemente quando heróis de ontem se revelam calhordas amanhã. E neles (ou deles) cai o pano...

terça-feira, 4 de abril de 2017

Dinheiro forte e "elo fraco"

A lá! A lá dna. Leila indo às compras! Se é via Lei de Incentivo Fiscal ou receita própria não importa. Trouxe mais um zagueiro e ainda flertam com o Valdíva Cover, o cabeludo do Internacional que não parece muito a fim de disputar a segundona.

Hoje, o dinheiro do Palmeiras parece mais forte do que a maioria dos clubes nacionais. Num período da maior crise que esse país já passou, o Palmeiras conseguiu sair do buraco espetacularmente (isso sim a imprensa deveria estar exaltando), se projetando de volta ao protagonismo do futebol nacional.

Mas deixo aqui a observação pertinente ao “elo fraco”. É uma análise feita num dos livros mais influentes sobre o futebol dos últimos anos, expondo que “NÃO IMPORTA QUÃO FORTE FOREM SUAS CONTRATAÇÕES, SE O TIME TIVER UM ELO FRACO (principalmente se for defensivo), COLOCARÁ TUDO A PERDER.”

Se pararmos pra pensar, “qual a posição mais frágil do Palmeiras hoje?” Eu digo: lateral esquerda, onde o Zé não participa de todas e o setor ficar defasado em sua ausência. Mas trazem um zagueiro e flertam com um meia... sei lá. O Mattos sabe melhor então, que seja. Mas fica a observação.